quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Visões Nocturnas





Photographed by Mac
Estas fotos foram tiradas dos jardins do Solar do Vinho do Porto. Um local a visitar, para ter uma conversa aprasível, ler um bom livro, ter um momento calmo e beber um Cockburn's Special Reserve.

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Porto

Foi-me pedido pela que fizesse um post sobre o Porto. Em primeiro lugar, eu não sou natural do Porto, sou do Bombarral (perto de Caldas da Rainha), portanto tudo o que aqui for dito não é bairrismo nortenho. Quando há 12 anos cheguei a esta cidade, detestei-a. Afinal estava habituada às grandes ruas de Lisboa, ao aspecto límpido dessa cidade, e ao sol do Sul. Encontrava-me numa cidade com ruas estreitas, onde por vezes o sol não penetra, e de aspecto lúgubre, com prostitutas em cada esquina, que não tinham vergonha de se mostrar.
Passados alguns meses passei a amar esta cidade. Porquê? Não sei dizê-lo...Eu gosto de fazer a seguinte comparação: Lisboa é uma daquelas pessoas muito bonitas que se cruzam connosco e que nós ficamos siderados, mas depois conhece-se um pouco melhor, e vemos que nada tem para oferecer, sendo até fútil. O Porto é daquelas pessoas que te causa indiferença, chegando a tocar as raias da antipatia, mas depois dás uma chance e vês que é uma pessoa maravilhosa.
Acho que foi isso que aconteceu...dei uma chance, e descobri coisas que me encantam, para não falar de que a indiferença e a frieza que caracterizam uma cidade cosmopolita ainda não chegaram aqui. Pode-se ir no autocarro e de repente entabular conversa com alguém, podes cair no passeio e perguntam-te se precisas de ajuda.
Uma aldeia em ponto grande? Sim, é. Uma pronúncia que às vezes consegue irritar? Sim, também. Mas sempre que passo a Ponte da Arrábida e vejo aquela paisagem, sinto-me bem, sinto que ainda tenho muito para conhecer desta cidade. Como diria o Rui Veloso,"E é sempre a primeira vez em cada regresso a casa".

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Origem dos Orgasmos

Photographed by Mac


Esta história dos orgasmos protagonizada pela Gala, pelo Tacitus e pelo Pedro Alex, fez-me lembrar uma outra história acerca da origem dos ditos cujos, e que reza assim:

Nos princípios dos tempos, aquando da criação do homem e da mulher, Deus resolveu presenteá-los com algo. E então disse: "Tenho aqui 2 presentes para vocês. O primeiro deles é um apêndice que serve para urinar de pé."
O homem, impulsivo como sempre, e adorador de gadgets como ainda é, disse "Eu quero esse!!", e agarrando no dito apêndice, começou a urinar em tudo o que era árvore, a fim de experimentar o material, enquanto a mulher olhava impávida e serena para tudo aquilo.
Deus sorriu tranquilamente para a mulher e disse: "Tu ficas com o segundo presente: orgasmos múltiplos."

terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Fui a enterrar uma manhã


Passei noites a chorar, mas tu não enxugaste as minhas lágrimas
Passei dias carente, mas tu não me acarinhaste
Precisei de apoio, mas tu não me deste a mão
Fechei a porta do meu coração de mansinho,
Mas tu não me viste
Fui a enterrar uma manhã,
Estavas lá...a chorar!

terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

Licença Parental

Sou cada vez mais defensora da ideia de que, antes de alguém ter um filho, deveria solicitar uma licença, sendo esta renovável todos os anos.

É incrivel ver a irresponsabilidade de certos pais, pondo todos os dias em risco a vida dos seus filhos, nomeadamente quanto ao uso do cinto de segurança. A quantidade enorme de miudos que alegremente vão no banco traseiro (quando vão), sem terem o cinto posto. E os papás nem sequer pensam que a maior parte dos acidentes com miudos dá-se em distâncias curtas...

Enfim...depois os defensores do Sim é que são os assassinos...





My paradise