Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2007

Manias

Com esta mania das magrezas, qualquer dia até o bonequinho da Michelin tem de fazer dieta...
11ºMandamento: Não invocarás o santo nome de Sócrates em vão.
Artigo 37.º da Constituição da República Portuguesa:
(Liberdade de expressão e informação)
1. Todos têm o direito de exprimir e divulgar livremente o seu pensamento pela palavra, pela imagem ou por qualquer outro meio, bem como o direito de informar, de se informar e de ser informados, sem impedimentos nem discriminações.
2. O exercício destes direitos não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura.
"Nanosegundo:
O tempo que leva
para o condutor que está atrás de nós
apitar quando o sinal passa a verde."

Liberdade para os blogs!

Até que ponto a escrita é livre num blog? Afinal, estamos presos a um determinado estilo, e se o mudarmos, toda a gente estranha. Já para não falar que praticamente toda a gente parte do princípio que os posts são autobiográficos. Se fazemos 1 post depressivo, lá vem o pessoal dizer: estás em baixo, que visão tão negra da vida, etc. Se fazemos 1 post erótico, és uma tola, etc. E por aí fora... Quase toda a gente pensa que aquilo a que nos referimos na escrita, diz respeito a nós próprios. E por isso algumas vezes o bloger "corta-se" a publicar alguns posts, e com medo da opinião dos outros. Estamos sempre debaixo da lupa de alguém não é?

Pachorra

Por vezes deseja-se encontrar a nossa cara metade, e parece que os deuses não nos ajudam. Mais parece Sisifo a rolar eternamente a pedra pela montanha. Mas não será por falta de pachorra? Conforme a idade vai aumentando, vamos aumentando o nosso nível de exigências e também vai faltando paciência para certas e determinadas coisas. Coisas que até passariam despercebidas quando estaríamos na casa dos 20 anos, ou até pensaríamos "Ele vai mudar", na casa dos 30 e qualquer coisa assume uma grande proporção. Falta-nos aquela dose de pachorra para aturar certas mesquinhices, e depois também não apetece dar o braço a torcer. Já aturámos tanto em tantas relações, já crescemos emocionalmente, já conquistámos o nosso espaço e depois o resultado é que não apetece fazer cedências, dar a nossa independência assim, sem mais nem menos...

Desculpem lá qualquer coisinha...

...mas recebi este mail, que considero absolutamente fantástico (quem não tiver sentido de humor e for susceptível, é melhor voltar para a semana). Está em espanhol, mas acho que dá para perceber:
"Razones por las que me fiaría antes de un gay o una lesbiana para cuidar a mishijos que de un católico practicante.
1)En la entrada de las asociaciones de gays y lesbianas no hay un cadavercrucificado expuesto al público como recuerdo.
2)Los domingos, los gays y las lesbianas no ofrecen pedazos simbólicos de esecadáver para que sus seguidores se lo coman.
3)Los representantes de gays y las lesbianas que defienden las familias, formanfamilias. Los represetantes de los católicos no sólo no forman familias sinoque ni siquiera tienen relaciones sexuales (o al menos no hacen alarde deellas)
4)En una pareja homosexual no existe la posibilidad del "hijo por accidente", ose quiere y se tiene o no se quiere y no se tiene. Una pareja católica sepuede encontrar hijos no deseados y "obli…