Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2009

Poor is the man...

...whose pleasures depends on the permitission of another

Cabedal, chicote, velas, saltos agulha, palmadas, dominação, subjugação...
Dentro do mais profundo eu, lá bem escondida, reina uma dominatrix...
Pena é que tenha de pedir autorização à moral hipócrita para sair cá para fora...

Amália Hoje - A Gaivota

Amanhã, por volta das 22h00, vão actuar na Marginal de Matosinhos. Entrada livre.
Será postada uma adenda no dia seguinte com as impressões deste concerto. ADENDA: O concerto foi um verdadeiro espectáculo, e os "Amália" estiveram muito bem!! Supreeendeu-me a quantidade de gente que assistia a este concerto...a maré subiu até à marginal, e esta estava invadida por um mar de gente, gente de todas as idades, que vibrou intensamente com este espectáculo.
O Fernando e a Sónia, especialmente, sabem puxar pelo público e cativá-lo com a sua presença em palco. Tornam-se grandes...
Momento cómico da noite: o Paulo a apelar "Quero ver esses telemóveis a piscar", em vez do clássico "quero ver esses isqueiros no ar".
Momento alto da noite: a assistência a cantar a plenos pulmões, alto e bom som, a "Gaivota", estimulados pela Sónia Tavares.Hoje a "Gaivota" não pára de voar na minha cabeça...

Big Brother strikes again

Dados de acesso à Internet ficam guardados a partir de amanhã
Data e hora ligação à Internet, endereço de IP, nome e endereço do utilizador ou subscritor do serviço, localização de aparelhos móveis – são apenas alguns dos dados que, a partir de amanhã, os operadores de telecomunicações passam a ter de guardar durante um ano, para o caso de um juiz requerer a informação. De fora desta medida fica todo o conteúdo das comunicações, cuja retenção continua a ser proibida.

Continuo a dizer, se a PIDE no seu tempo, tivesse tido acesso a este tipo de tecnologia, seria uma polícia política muito poderosa...Multibanco, Via Verde, e agora isto (e futuramente os chips de matrícula): maneiras de controlar por onde andamos e uma intromissão na nossa vida, e tudo em nome da segurança. E por isso nós o aceitamos...
E em nome da segurança "1984" é cada vez mais real...