sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Onde estás

Tento ver-te por entre as linhas dos livros que não li,
Procuro-te por entre os sonhos que não vivi,
Correndo ao teu encontro, sem nunca te conseguir alcançar,
Procuro-te por entre o fundo de um copo que teima em nunca vazar,
Procuro-te em corpos familiarmente desconhecidos,
Procuro-te por entre os meus maiores temores destemidos...

2 comentários:

  1. É realmente dificil conseguir olhar os olhos de quem não está. Ler é alcançar o desconhecido sem estar presente.

    ResponderEliminar
  2. Quem procura...sempre alcança.
    Talvez.

    ResponderEliminar

This used to be my playground