Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2008

Felizes Entradas

Passagem de Ano em Nova Iorque, 1942, in Life Magazine

Apesar da Passagem de Ano em Times Square não ter nada de especial, não havendo sequer umas musiquitas pimbas para animar a malta, ou 20 minutos de fogo de artificio, isto para seguir o exemplo do que se faz por aqui em terras do Tio Sócrates, apesar de não ter nada de especial, dizia eu, gostaria um dia de estar nesta praça para festejar o novo ano.

Feliz Natal!!

Numa noite igual a tantas outras
Alguém especial nasceu!
Trouxe a bondade e esperança,
Alegria para todos os povos,
Luz para os homens de boa vontade

Desafio aceite em http://estranhosdias.blogspot.com/

Avó

Tinha recebido a carta da avó há uma semana avisando-a da sua vinda. Ansiava pelo reencontro com aquela anciã, de cãs alvos e face iluminada pela sua bondade interior, pois já não a via há algum tempo...desde que tinha tinha deixado o Norte e rumado a Lisboa, altura em que ela, decididamente, cortou com o passado e com a mágoa que paisagens tão familiares lhe trazia, e partiu em busca de novas cores e nova caras.A avó tinha-a acompanhado desde sempre, quer enquanto adolescente insegura, ajudando-a a desvendar os segredos da sua feminilidade, quer enquanto adulta apoiando-a nas mudanças da sua vida, como esta que estava agora a atravessar. Tinha sido sua patrona por diversas vezes perante a mãe, protegendo-a da ira materna sempre que ela tinha um comportamento considerado mais rebelde, nunca a julgando e sempre estando do lado dela com aquele sorriso sereno e tão tranquilizante. E sempre que ansiava pelo conhecimento da vida e precisava de respostas, recorria à avó como se de um orácu…

Inércia

"A inércia é uma propriedade física da matéria. Isto significa que, se está parado, permanece parado, e se está em movimento, permanece em movimento e a sua velocidade mantém-se constante. Tal princípio, formulado pela primeira vez por Galileu e, posteriormente, confirmado por Newton, é conhecido como primeiro princípio da Dinâmica(1ª lei de Newton) ou princípio da Inércia. Podemos interpretar seu enunciado da seguinte maneira: todos os corpos são "preguiçosos" e não desejam modificar seu estado de movimento: se estão em movimento, querem continuar em movimento; se estão parados, não desejam mover-se.", In Wikipédia
Enroladinha numa mantinha e em frente do aquecedor, nestes dias friorentos de Inverno, reina o princípio da inércia a 100%...

Parecenças

Não sei porquê , mas sempre que vejo o senhor da 1ªfoto, lembro-me sempre desta negra personagem do filme "Batman"...
Será pelo sorrisinho sarcástico, ou será por gostarem de viver nos esgotos?

Determinação

Palavra Determinação no Palavra Puxa Palavra

Foto tirada na Praia da Memória, ao fim da tarde, naqueles dias de Setembro onde já não está ninguém na praia, e onde só param as gaivotas.

E porque hoje é dia 1 de Dezembro...

Imagem retirada daqui, ou a importância de relembrar as relações passadas e efectuar o teste do HIV antes de iniciar uma nova relação.

E para aqueles que têm a mania de não usar preservativo e usam a célebre desculpa de que corta o tesão, há muitos anos que já existem preservativos comestíveis. O resto, deixo à vossa imaginação...

Leituras

Estou a acabar de ler este livro. A acção passa-se na Bolívia, tendo como protagonistas uma família de emigrantes italianos, especialmente as mulheres desta família, e as mulheres com elas se cruzam. São 3 as gerações retratadas, e em todas elas um ponto em comum: a personalidade forte, independente, corajosa de todas estas mulheres. O orgulho intromete-se por vezes no caminho, mas há uma grande cumplicidade entre todas estas mulheres, compichas e aliadas nos tempos das revoluções bolivianas.

Na prateleira à espera de vez, encontram-se estes:




Qual deles ler primeiro? Ainda não sei...A escolha é difícil, o que vale é que estes dias de chuva puxam mesmo para a leitura.

22 Olhares

E cá está esta surpresa para todos os co-autores do nosso livro recém-nascido: a reportagem áudio dos discursos que embelezarem a apresentação do livro "22 Olhares sobre 12 Palavras" (teve de ser dividido em 3 partes para poder caber no You Tube).
Já se falou da apresentação em si, contudo ficou algo por dizer. Faltou falar do lado humano, e tantas coisas há para dizer: a apresentação emocionada da TMara; as belas palavras de Jorge Castro, que tanto falaram de Liberdade e da liberdade ainda existente nos blogues; as canções de Zeca Afonso, e mais uma vez a palavra Liberdade a bailar nos lábios, e que tanta emoção trouxe à sala.

Essa sala, onde reinou a paz e harmonia, onde se sentiu (ou pelo menos eu senti) a emoção, a cumplicidade, parecíamos um grupo de amigos de há longo tempo, apesar de sermos desconhecidos uns dos outros...
E depois conhecer rostos de quem só se tem uma referência virtual, dar uma cara, dar cores àqueles nomes que já conhecemos tão bem...

E ainda, abri…

Inverno

Saio do trabalho, está inverno lá fora. Enfio o gorro na cabeça e as luvas nas mãos, pronta para enfrentar o frio cortante que se faz sentir. Percorro a infinitude das ruas, desertas e mergulhadas no silêncio da noite. Passo ao longo das arcadas que albergam os vários ministérios, e olho com comiseração para alguns sem-abrigo que ali procuram o seu refúgio...Tão perto do poder, e eles ali, tão pobres, tão despidos, sugados pela aleivosia do mundo... Continuo o meu caminho, abanando a cabeça, procurando esquecer aquela visão de despojamento. Desvio o olhar para os beirais dos telhados e observo os sincelos...Tão belos...Parecem lágrimas deixadas pelos anjos...Sorrio...O misticismo associado a esta época dá-me para estas coisas...Só é pena o Pai Natal, ou o Menino Jesus, não se lembrar dos sem abrigo que ficaram lá atrás...Enfim...
.
Estugo o passo, mal posso esperar para chegar a casa, o meu refúgio, o meu eremitério...Só penso no meu serão: leitinho quentinho, uma torrada feita em pão

Convite

O livro, antológico, «22 OLHARES SOBRE 12 PALAVRAS» tem já a 1ª apresentação marcada para dia 22 de Novembro, 16H00, no Palacete Visconde Balsemão, à Praça Carlos Alberto no Porto.
Apresentação a cargo de Jorge Castro, com prefácio de outro amigo, José António Barreiros, editado por Jorge Castelo Branco _ edium editores.
No livro encontrarás para cima de 100 textos tecidos por estes diferentes olhares debruçados sobre as 12 palavras obrigatórias em cada um dos primeiros cinco Jogos, levados a cabo por iniciativa do blogue Eremitério .
Sendo um exercício de escrita criativa, torna-se fascinante pela variedade de caminhos que cada olhar abre. Por vezes caminhos insuspeitos aos outros olhares e que nos pegam de surpresa e...fascínio. ESTÁS DESDE JÁ CONVIDADO/A
e é boa altura para agendares na agenda, no telemóvel, no computador... mas agenda o teu próximo dia 22 de Novembro no Salão de Baile do Palacete, onde decorrerá a sessão, e vem, blogger que és ou não, ser solidário com estes 22 blog…

É já dia 13...

Foi sem surpresas...

...que este senhor ganhou a presidência dos EUA. Quarenta e tal anos depois de Martin Luther King e da luta pelos direitos civis, esta é a primeira vez que um negro conquista a cadeira da Sala Oval. A expectativa em torno de Obama é enorme...fica pelo menos a certeza de que, fazer pior que o seu antecessor, é praticamente impossível.

Living in a Lie

Em Outubro, o ministro das Finanças garantia que nenhum banco português estaria em perigo devido a problemas de insolvência, e que o Estado não permitiria que nenhuma instituição possa po em causa ou perigar o dinheiro dos portugueses .

Há uma semana atrás, os 5 maiores bancos em Portugal anunciavam de forma concertada a sua intenção de utilizar o aval do Estado, tendo como objectivo aparente ocultar informação, uma vez que assim não seria possivel identificar quais os bancos que se encontram numa situação mais frágil.

Hoje, se calhar para comemorar o Dia de Finados, é anunciada a nacionalização do BPN.

Noite

Perante mim nada mais que um mar de escuridão,
Perante o bem fiz um gesto de capitulação.
As trevas expandem-se, roubando toda a Luz,
As malhas da noite, um frio em mim produz...

Não consigo afastar este negro sentimento,
Não consigo afastar o amargo cálice deste momento.
Só com as criaturas nocturnas me sinto em harmonia,
Só com os demónios em sintonia.

Sinto-me agora, pela primeira vez, em plena liberdade,
Solta de quaisquer regras impostas pela sociedade.
Voo, corro, danço como uma bailarina,
Tendo como vestido apenas a nocturna neblina...

Com um galanteio, rouba-me a noite um beijo,
Ao qual respondo com um falaz pejo.
O meu esforço para fugir é em vão,
E em breve entrego-lhe o corpo e o coração...


(Texto publicado no 7ºJogo das 12 Palavras, no Eremitério)

Casa

"Casa

Tentei fugir da mancha mais escura
que existe no teu corpo, e desisti.
Era pior que a morte o que antevi:
era a dor de ficar sem sepultura.


Bebi entre os teus flancos a loucura
de não poder viver longe de ti:
és a sombra da casa onde nasci,
és a noite que à noite me procura.


Só por dentro de ti há corredores
e em quartos interiores o cheiro a fruta
que veste de frescura a escuridão. . .
Só por dentro de ti rebentam flores.
"


David Mourão Ferreira


Crise?

O mundo atravessa uma crise, e toda a gente se queixa dos baixos salários e da perda de poder de compra...
Dia 16 de Outubro vai abrir junto ao IKEA de Matosinhos o "MarShopping". Mais um shopping, e mais uma vez, uns dos maiores da Europa.

"É uma metáfora, estúpidos!"

Há por aí uns livros engraçados com títulos como "É a Economia, estúpido!" ou "É a Informática, estúpido!". A propósito da estreia do filme "Blindness", baseado no livro "Ensaio sobre a Cegueira" de Saramago, e a propoósito das manifestações da Federação Americana de Cegos, alguém lhe deveria dizer "É uma metáfora, estúpidos!".
Mas como podem os americanos conhecer estas figuras de estilo? Afinal têm Hemingway e Steinbeck, mas nenhum poeta que possa tê-los apresentado a outro tipo de escrita...
O "Ensaio sobre a Cegueira" retrata muito bem o que se passa na sociedade, uma sociedade que entra em colapso devido a uma epidemia de cegueira branca. Quando a sociedade fica tomada pelo medo, quer seja provocado pela insegurança, quer pelo colapso dos mercados financeiros, os seus habitantes ficam como que cegos, adoptando comportamentos e discursos que antes não teriam... Alguém se importa de explicar isto aos americanos?
Desde 5ªF que estou assim... O lenço tornou-se o meu melhor amigo...

Obras à pressa

É interessante observar-se a ânsia de mostrar obra, agora que se aproximam as eleições autárquicas. Falo de Matosinhos, mas poderia ser outro qualquer concelho do país. Vejamos então: a 14 de Setembro foi inaugurada uma piscina municipal numa das freguesias de Matasinhos, com a presença do Ministro da Presidência; em 23 de Setembro foram distribuídos computadores Magalhães numa escola concelho,com a presença, nada mais, nada menos, de Sócrates. Os buracos que grassam na estrada são tapados; avenidas principais levam nova camada de alcatrão; ultimam-se obras à pressa, com a pressa de mostrar tarbalho; as passadeiras são pintadas...Até o programa cultural é mais vasto...Valha-nos ao menos isso...

Últimos meses

Prefiro estes últimos 4 meses que nos restam até ao fim do ano, do que os meses de Estio ou mesmo a Primavera. Gosto de Setembro por a praia estar finalmente entregue às gaivotas...Gosto de passar pela praia ao inicio da manhã ou ao fim do dia, e não ver ninguém...apenas a imensidão do mar, dum azul escuro, profundo, que nos toca cá dentro, a imensidão da areia, e gaivotas de peito ao vento a saborearem os raios de sol. Gosto de Novembro pelas castanhas, de tê-las quentes e boas nas minhas mãos, pelo Magusto e o dia de São Martinho. Gosto de Dezembro pelo Natal, pelos jantares em família, pelo presépio. Apesar da chuva que por aí vem, e do frio que me vai obrigar a vestir luvas e mais algumas camisolas, gosto destes meses terminais. Além que sabe muito bem beber um chá quentinho na companhia de boa música...

Paraíso

E este foi o meu local de férias: as ilhas das Berlengas, situadas ao ao largo de Peniche...Foram 5 dias paradisíacos, passados de papo para o ar, a ouvir o mar, as gaivotas e o silêncio...


As viagens, realizadas entre Maio e Setembro, podem ser efectuadas nos barcos situados na ribeira de Peniche, e os bilhetes comprados nas casinhas de madeira situadas nesse local. Como alojamento disponível existe o parque de campismo, com condições muito básicas e a 9€ por noite; o Restaurante Mar e Sol, com quartos disponíveis para alugar a partir de 75€ ; e o Forte de S.João Baptista, com quartos a 11€ por noite.
Optei por ficar no Forte, e até havia uma história dum monge fantasma que andaria a assombrar a sala de convívio para apimentar a estadia. Diga-se de passagem que eu e o meu amor éramos as únicas pessoas a utilizar essa sala... Para terminar, resta acrescentar que quase ficávamos retidos na ilha contra a nossa vontade. É que no último dia, o mar estava agitado, e até à última da hora …

Quem me dera...

...ter artes de feitiçaria e congelar durante uns belos tempos o dia 15 de Setembro. É que hoje acabam as férias e amanhã tenho de ir trabalhar... Ai!Ai! Nunca mais sai o Euromilhões!!

Jogos Paralimpicos

Primeiras medalhas nos Paralimpicos

E ao 5º dia os atletas João Paulo Fernandes e António Marques, arrecadaram as medalhas de ouro e prata respectivamente, na modalidade de boccia. As medalhas de Vanessa Fernandes e Nelson Évora foram consideradas a melhor prestação de Portugal nos últimos tempos.
Em apenas 5 dias, com um orçamento investido mais reduzido, com um protagonismo mais reduzido, e a expectativa dos portugueses sobre estes atletas mais que reduzida, é este o resultado que apresentam...

Bravo!! Continuação de um bom trabalho!!

Big Brother

Com a criação da figura do secretário-geral do Sistema de Segurança Interna, dando-lhe amplos poderes a nível operacional e de coordenação, e agora do microchip nas viaturas, o estado imaginado por George Orwell, totalitário e controlador, é cada vez mais uma realidade.
Havendo falta de incêndios, e a actualidade política estando tão morna, há que explorar a onda de violência que se tem fazendo sentir. Mas, não obstante essa exploração, a verdade é que a criminalidade violenta aumentou 15%.
Precisamos de mais polícia? Sim. Precisamos duma polícia mais musculada? Também. Mas é importante não esquecer que é nestas alturas, em que as populações estão inseguras, que surgem os Estados totalitários, apresentando a desculpa da insegurança para melhor controlar os cidadãos. Mais polícia sim, e mais segurança também, mas deixando sempre salvaguardadas as garantias e liberdades das pessoas. Estamos a entrar por um caminho perigoso, quanto a mim...

Parabéns Nelson!!

Estive expectante em frente do televisor a assistir aos saltos do Nelson, e valeu a pena a espera... E também me emocionei com a emoção deste gafanhoto saltador...

22 Olhares sobre 12 Palavras: Pontos de Venda

Já estão disponíves os pontos de venda do nosso livro. Claro que a opção de ter um livro autografado pelo autor que mais gostarem, também está disponível.
PONTOS DE VENDA
AVEIRO
- Livraria ABC
Rua José Estevão, 56

- Livraria dos Arcos
Rua dos Mercadores, 12

BRAGA
- Centésima Página
Av. Central 118-120

BRAGANÇA
- Livraria Rosa d’Ouro
Praça da Sé, 23

BRUXELAS (BÉLGICA)
- Orfeu - Livraria Portuguesa
Rue du Taciturne, 43 - Willem de Zwijgerstraat

CALDAS DA RAINHA
- Livraria Loja 107
Rua Heróis da Grande Guerra, 107/109

COIMBRA
- Casa do Castelo
Rua de Sofia, 47/49

- Livraria 115
Praça 8 de Maio, 109

ÉVORA
- Livraria Nazareth & Filhos
Praça do Giraldo, 46

GUIMARÃES
-Centésima Página
São Mamede – CAE R. Dr. José Sampaio, 17-25

LEIRIA
Livraria Recreio dos Artistas
Rua Latino Coelho, 12 (Orfeão Velho)

LISBOA
- Livraria Portugal
Rua do Carmo, 70 - Chiado

- Livraria Barata
Avenida de Roma, 11A

MATOSINHOS
- Livraria Marques Ribeiro
Rua Brito Capelo, 193

- Livraria Espacial
Av. da República, 1088

PORTO
- Unicepe - Coop. Estudantes Livr…

Desculpas Olimpicas

Treinador de João Neto lamenta "jantares" que antecederam os Jogos
O treinador de João Neto, Fausto Carvalho, apontou hoje "a desconcentração, as circunstâncias do momento e as actividades marginais à modalidade" como razões principais do desempenho menos positivo do judo português nos Jogos Olímpicos de Pequim.


É só desculpas...Depois da desculpa dos árbitros, dum cavalo que não está habituado a ecrãns e do tempo, já só faltava esta...Haja pelo menos um minimo de dignidade e de saber perder.

Aos menos os paraolimpicos, que não recebem tantos apoios do Estado, que não recebem tantas palmadinhas nas costas, que não andam por aí a proclamar que têm a maior representação de sempre, e que por acaso até trazem resmas de medalhas mas não são elevados à categoria de heróis nacionais, não fazem estas figurinhas tristes...

X-Files

Cá está um filme que não vou perder...Quem não se lembra das personagens da céptica e racional Dana Scully e do believer Mulder? Muitas vezes ficava acordada até às tantas para ver esta série, já considerada de culto. Haviam muitos episódios que me faziam impressão pelas criaturas que por lá pululavam, e só a simples música de entrada me fazia formigueiro.De repente, acreditar em homenzinhos verdes e em teorias da conspiração, passou a não ser tão esquisito...The truth is out there...

Ao fim da tarde

A chegada do fim do dia tinha um qualquer quê de mágico...sentava-me na cadeira de baloiço, velha e rangente, e ali ficava a admirar o lago que se estendia à minha frente. Diante de mim, um bule contendo chá, cujas aromatizadas colunas de vapor eu inalava, deliciando-me com o seu cheiro ...Ali ficava eu em longa conversa com o meu amor de sempre, discutindo o que nos vinha à cabeça, quer fosse as intermináveis viagens que havíamos feito pelo país, quer fosse política, com a minha posição de nefelibata a originar acessas discussões. Poder-se-ia dizer que estávamos votados ao ostracismo naquela casa isolada, no meio de nenhures, mas preferíamos assim. Afinal onde noutro lugar poderíamos assistir a este movimento tão suave dos dias, onde poderíamos assistir a estes pores-do-sol tão intensos e tão vermelhos a lembrar as chamas do Inferno? Ali ficávamos a conversar, até a luz do luar inundar o lago, até os seus raios tocarem notas de tom variável na superfície calma das águas, até os piri…

Livro d'o Jogo das Palavras

Pois é, o JOGO das 12 PALAVRAS, iniciativa do Eremitério, vai ser transformado em livro, e esta vai ser a sua capa... O lançamento está previsto para Novembro, a pensar numa prenda diferente para oferecer ao pessoal.

"Quem quiser reservar - pode fazê-lo desde já para a editora: ediumeditores@gmail.com
Site da Editora: ediumeditores.blogspot.com.
Preço de capa: 13,00€ (cerca de 185/190 páginas)- quem reservar e pagar desde logo - informar-se com o editor sobre forma de pagamento - receberá por correio o nº de exemplares pretendidos, sem portes
." (informação cedida pela TMara, companheira destas andanças em volta das palavras). Portanto, já sabem, toca a reservar e passar a informação!!



Sou discriminada...

«Somos portugueses, estamos cá há 500 anos». «Somos cidadãos portugueses, não somos imigrantes. Por isso temos Bilhete de Identidade, por isso votamos. Queremos que o Governo trate dos nossos problemas como trata dos dos outros. Não podemos ser discriminados». (José Fernandes, um dos elementos da comunidade cigana da Quinta da Fonte, em declarações ao Diário de Notícias)
Estas declarações é mesmo a gozar com a minha cara...com a minha e com a de milhares de portugueses que pagam impostos. Eu, se quero uma casa, tenho de ir ao banco pedir um empréstimo e ficar 30 anos a pagá-lo (e toda a gente sabe que as prestações duma casa andam numa escalada, e as dificuldades para as pagar são cada vez mais); se quiser mudar de casa, tenho de pôr esta à venda, pagar mais valias (se as houver) às Finanças, e solicitar um novo empréstimo. O meu carro é um bolinhas já com 9 anos, e ainda tem de rolar mais uns quantos. Se algum dia me envolvesse em confusões que metesse droga ou armas ilegais, ou se aca…

Que saudades...

ARTIGO DE NUNO MARKL P/ OS TRINTÕES/QUARENTÕES (Recebido via mail)

"A juventude de hoje, na faixa que vai até aos 20 anos, está perdida.
E está perdida porque não conhece os grandes valores que orientaram os que hoje rondam os trinta.
O grande choque, entre outros nessa conversa, foi quando lhe falei no Tom Sawyer.
'Quem?', perguntou ele. Quem?! Ele não sabe quem é o Tom Sawyer! Meu Deus... Como é que ele consegue viver com ele mesmo?
A própria música: 'Tu que andas sempre descalço, Tom Sawyer, junto ao rio a passear, Tom Sawyer, mil amigos deixarás, aqui e além...' era para ele como o hino senegalês cantado em mandarim.

Claro que depois dessa surpresa, ocorreu-me que provavelmente ele não conhece outros ícones da juventude de outrora.
O D'Artacão, esse herói canídeo, que estava apaixonado por uma caniche; Sebastien et le Soleil, combatendo os terríveis Olmecs; Galáctica, que acalentava os sonhos dos jovens, com as suas naves triangulares; O Automan, com o seu Lambo…

Regressão

Vocalista de Motörhead aparece em jornal alemão com boina nazi.
A lendária figura da música "heavy metal" já está a ser investigada pelas autoridades germânicas.


Qual a diferença entre os crimes praticados em nome do nazismo, e os crimes praticados em nome do fascismo, comunismo, igreja ou Bush? Acho que é altura da Europa em geral e a Alemanha em particular fazerem as pazes com a sua própria consciência... As liberdades individuais em vez de avançarem estão cada vez mais a regredir...
Pergunto-me se os Heróis do Mar fossem fundados nos dias de hoje, o que se diria? Com as referências à bandeira, o seu estilo, e letras como as da canção acima, provavelmente seriam conotados com os meninos da Mocidade Portuguesa e investigados pelo SIS.

Sugestões

De 8 a 14 de Julho, no Arena Lounge, no Casino de Lisboa, podemos ver os The Soaked Lamb, uma banda portuguesa que toca predominantemente blues. A não perder...ainda por cima é à borlix!!
No outro dia fui ao cinema ver "O Orfanato" (não se esqueçam de colocar este na vossa agenda), e no meio da publicidade habitual, também lá veio a habitual publicidade à SuperBock. Esta marca de cerveja tem um spot em que aparecem várias imagens de sítios da noite portuense. Mas mais importante que as imagens, o que cativa é a canção. Eu já tinha visto este spot algumas vezes, mas só agora é que me deu curiosidade de investigar quam cantaria. E cá está: Brandi Carlile...
E até Domingo ainda podem ver "SAGA - Uma Ópera Extravagante", baseada em textos de Sophia Andersen e com a banda da Armada como orquestra presente. Eu já comprei os meus bilhetes, e vocês?

Ode ao Prazer

Puseste-me o corpo expectante num sobressalto de prazer, deixando-o à deriva e à beira da loucura com o teu toque mágico e malicioso...Arrancaste as que me prendiam a esse conceito denominado "decência" (e o que é isso, senão dor de cotovelo dos puritanos e conservadores?); arrancaste-me do lodo da rotina e dos dias iguais e fizeste emergir o prazer; andaste a vasculhar a água pantanosa onde o meu ser descansava e sacaste de lá gritos de prazer.
Prazer, prazer, prazer...Para as urtigas a razão. Para as urtigas Descartes e o seu método. Abaixo os conceitos de pedra e cal. Abaixo as rosáceas das igrejas. Avé o Prazer!!


Texto publicado no Eremitério no 5ºjogo das 12 Palavras

Ana Moura

Ontem foi a primeira vez que fui assistir a um concerto de fado, estando um pouco reticente, dado que era a primeira vez que ouvia este estilo musical, mas curiosa ao mesmo tempo. O concerto era o de Ana Moura no Coliseu do Porto, e foi verdadeiramente fantástico. Adorei! Adorei! Adorei!
E sabem quando dizem que o fado toca na alma? Finalmente percebi essa frase...
O público vibrou e acarinhou esta fadista, que teve direito a várias ovações de pé, e teve como convidados especiais Maria da Fé, Jorge Fernando e Beatriz da Conceição.
Momentos altos da noite: interpretação dum tema sem recurso a microfone, soando a voz forte de Ana pelo Coliseu; actuação dos Mareantes do Douro, que com os seus bombos quase que deitavam a sala abaixo; interpretação do tema "Búzios" com o público a ajudar à cantoria.
Em Lisboa vai actuar dia 26 de Junho, também no Coliseu.

Parabéns Garfield!

O gato mais famoso do mundo entrou na década formosa dos 30. Estou a falar de Garfield, nascido a 19 de Junho de 1978.
Um gato laranja, sarcástico, comilão e preguiçoso, mas belo, como todos os gatos. PARABÉNS GARFIELD!!!

Sex and the City

Hoje fui ver este filme e não sai de lá desiludida. Assistimos, mais uma vez, aos amores e desamores das personagens, às suas alegrias e desilusões, ao valor da amizade, ao cinismo perante quem sai magoado duma relação e à solidão... E fica-se com a sensação que encontrar o amor, é um achado, que é uma sorte encontrar um amor verdadeiro, um amor cumplice e companheiro. Há quem leve décadas para o encontrar, há quem sucumba ao minimo obstáculo, desistindo desse amor. Por isso, eu digo, foi uma sorte encontrar-te meu amor, é uma sorte e um orgulho ter-te a meu lado, ter encontrado a felicidade contigo, conseguirmos ser nós sem nos anularmos mutuamente...

Quero

Quero

Quero recomeçar de novo, quero voltar a ser criança,
Quero afastar de mim a marcha inevitável até à morte.

Quero voltar a escrever pela primeira vez o meu nome nos cadernos escolares,
Quero voltar a fazer mil tropelias elevadas a um qualquer expoenente matemático.
O tempo é um bom conselheiro, dizem eles,
Mas a mim faz-me sentir como uma qualquer tapeçaria velha,
Faz-me sentir o significado da palavra vulnerabilidade,
Faz-me sentir que sou apenas uma silhueta daquilo que já fui.

Quero sentir-me de novo leve como uma pena,
Correr mais veloz que o vento,
Sem qualquer obstrução ditada pela idade.

Não quero desaparecer como o orvalho matinal,
Apenas quero durar um pouco mais...
Apenas...
Até amanhã de manhã...


Texto publicado no 3º jogo das 12 palavras no Eremitério

O mundo na ponta dos dedos

Isto da Internet é um espectáculo...tantos anos a ser utilizadora desta coisa e ainda consigo ficar maravilhada perante o seu poder. Domingo, depois de ter navegado numa livraria online, encomendei 2 livros a serem-me entregues em casa. 3ª feira já tinha o aviso postal para os ir levantar aos CTT, e hoje procedi ao seu levantamento, contente e entusiasmada por ter mais dois livros a adicionar à biblioteca.
Por mais que falem dos malefícios da Net, no meu ver é só vantagens. Já reservei viagens, hotéis, bilhetes de espectáculos. Já tirei dúvidas sobre um qualquer assunto, já tirei um curso em e-learning, já entreguei o IRS. Vejo a quantas andam as minhas finanças, consulto diariamente o Diário da República, e leio os jornais (embora ache que nada bate o papel). Podemos manter o contacto com amigos mais ou menos distantes, ver casas para alugar ou comprar, ver propostas de emprego, enviar currículos, e até, quiçá, encontrar o amor. E tudo isto à distância dum clique. É como ter um mundo …

Spencer Tunick

Até 8 de Junho, está patente na Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira a mostra ‘Spencer Tunick Exhibition’. Dez fotografias de grande formato e 22 de menor dimensão, e um vídeo que mostra o making of da instalação realizada pelo fotógrafo americano, em 2003, em Santa Maria da Feira, podem ser apreciados de segunda-feira a domingo, entre as 12h00 e as 23h00. A entrada é livre.

Para além das imagens da instalação realizada na terceira edição do Imaginarius, em 2003, a exposição mostra instalações realizadas em outros países, como Holanda, Itália e México.
Na terceira edição do Imaginarius, em 2003, mais de 300 pessoas de diferentes idades, vindas de todo o país e do estrangeiro, posaram nuas nas ruas e praças de Santa Maria da Feira, bem como na Biblioteca Municipal, perante as objectivas de Spencer Tunick.

Democracia

No "DN" de Domingo, 4 de Maio, podia-se ler: Democracia portuguesa é das piores da Europa.

Segundo um estudo da Demos, uma ONG britânica, Portugal, dentro de um leque de 25 países europeus, está em 21º lugar no "index da democracia quotidiana" ("Everyday democracy index"-EDI). Para além de ser avaliada a democracia formal, na forma de eleições, também é avaliada a democracia informal, como a resolução dos problemas em sociedade ou dentro duma família.

E é este último critério que influencia negativamente a nossa posição na tabela. Começa logo pela participação. Já foi mais do que dito e debatido neste blog a quão baixa é a nossa participação na vida política...alheamo-nos do que se passa à nossa volta; as poucas associações cívicas que existem não confiamos nelas, ou porque pensamos que estão conotadas com determinado partido, ou porque pensamos que estão conotadas com os interesses duma classe profissional em particular. Os poucos movimentos de cidadãos qu…

Aldeia

Ele ajeitou a sacola já coçada da tropa ao ombro e preparou-se para subir o degrau do comboio regional. Depois duma semana de campo estafante, sempre debaixo de chuva e a ouvir a gritaria do sargento de instrução, e os ossos e a mente a pedirem-lhe descanso, aquela licença de fim de semana ia saber-lhe mesmo bem.
Ia de visita à terra, aquela pequena aldeia no meio do vale. Aquela aldeia que o viu nascer e fazer-se homem, testemunha dos seus amores e desamores e sorriu ao lembrar-se da sua terra e das suas tropelias enquanto moço. Era uma aldeia cruzada por apenas por meia dúzia de ruas que subiam e desciam conforme o relevo natural do vale, onde flores de várias cores e de vários cheiros espreitavam nos beirais das janelas; ali ao lado corria um ribeiro, onde os miudos e graúdos se iam banhar para se refrescarem do sol escaldante da época do estio. Era uma delícia ver o pequeno caudal encher-se de risos e de piruetas mirabolantes, a tentarem impressionar os elementos do sexo feminino…

25 de Abril - Ressaca

O Poder Local Democrático constitui uma das maiores conquistas de Abril, que poderia contribuiria para a modernização e o desenvolvimento local e regional. Em vez disso, vemos os políticos servirem-se desta grande conquista para arranjar tachos para os seus amiguinhos, o interesse público a ser usado para as negociatas ligadas ao imobiliário, os dinheiros dos contribuintes a serem gastos em coisas que não fazem a mínima falta, em subsídios para os clubes de futebol, a corrupção a alastrar... A liberdade chegou, mas à boa maneira dos tugas, os políticos não souberam o que fazer com ela e usaram-na para o mal...

Columbine

Faz hoje 9 anos que ocorreu o massacre na escola secundária de Columbine, onde 2 estudantes atiraram em vários colegas e professores. Nós por cá exportamos tudo o que vem do lado de lá do oceano, violência incluída. Está-se agora a assistir ao fenómeno do car-jacking, e a violência contra os professores tem dominado a comunicação social., e Pinto Monteiro surgiu a falar sobre a presença de armas nas escolas. Nos EUA já há muitas escolas que têm um detector de metais nas suas entradas a fim de evitar situações como as de Columbine. Será que as coisas irão chegar a este ponto por cá? Vamos ter um dia detectores de metais nas nossas escolas? Vamos ter um dia um massacre como este que ocorreu? Espero muito sinceramente que não, e espero que as pessoas responsáveis acordem para esta realidade o quanto antes, para que um dia não tenhamos de enterrar os nossos filhos...

Praia

Fugi em direcção à praia, a sentir um enorme distanciamento em relação ao mundo. Deixei-me cair, amortecida pela suave areia. Diante de mim encontrava-se um imensomarde um azul avassalador, e o céu lá ao longe prenunciava o aproximar duma tempestade. No alto da falésia o erodido farol iria assistir a mais um espectáculo da natureza . E de repente senti-me de novo em fusão com o mundo, a comungar da sua força...


Texto publicado no 1ºJogo das 12 letras no Eremitério

Petição

O 'Artista' que matou um cão à fome vai repetir o acto...
Atrasado mental que continua a pensar ser artista...Guillermo Vargas Habacuc, é um suposto artista que colheu um cão abandonado na rua, atou-o a uma corda na parede de uma galeria de arte e ali o deixou morrer lentamente de fome e de sede. Durante varios dias, tanto o autor de semelhante crueldade, como os visitantes da galería de arte presenciaram impassiveis à agonia do pobre animal.
Até que finalmente morreu de inanação, depois de ter passado por um doloroso, absurdo e incompreensivel calvario da besta chamado Homem.
Mas nao é tudo: a prestigiada Bienal Centroamericana de Arte decidiu, que a selvageria cometida por esta Besta das artes, Guillermo Vargas Habacuc fosse novamente convidado a repetir a sua cruel acção na dita Bienal en 2008, acto este que podemos impedir, colaborando com a nossa indignação, protesto e assinatura nesta petição:
http://www.petitiononline.com/13031953/petition.html, para enviar a petição contra…

Iraque

Palavra Iraque, no Palavra Puxa Palavra
5 anos depois, há um misto de sensações ligadas a este país, e a sensação dominante é perplexidade e vergonha. Perplexidade, pela capacidade de manipularem a realidade, perpetuarem esse mentira, destruirem um país e milhares de vida, e ainda estarem a rir-se, fumando charutos acesos com dólares banhados de petróleo e sangue. Pode ser que daqui a 50 anos, ainda haja a moda de retratar-se por crimes cometidos, e os políticos da altura peçam desculpas à Humanidade por estes actos...
Vergonha, que é coisa que os governantes mundiais não têm...vergonha por a Europa ter sido cumplice neste crime contra a Humanidade; vergonha por nós Europeus, mais uma vez, não termos conseguido dizer "não" ao sr.Bush; vergonha por deixarmo-nos arrastar para toda esta hipocrisia...
E depois somos nós, Europa, que pagamos a factura das loucuras cometidas pelos outros...pagamos a factura da segurança, na forma de ameaças, na forma de fundamentalismos, na forma de …

Tejo

Por veto presidencial, a zona ribeirinha de Lisboa vai continuar nas mãos da Administração do Porto de Lisboa. Esta decisão, quanto a mim, é um pau de dois bicos. Se, por um lado, evita a especulação imobiliária nesta zona da cidade, e a proliferação de "mamarrachos", por outro lado, é o continuar do divórcio entre a cidade e o seu rio. Quem quer passar uns bons momentos à beira-rio, só o pode fazer no Parque das Nações, Docas e junto a Belém, de resto, tudo está interdito graças à extensão do porto. Como é que uma cidade, que canta amiude o seu rio, vive de costas voltadas para o mesmo?
Washington retira China da sua lista negra dos direitos do Homem , isto apesar de o relatório anual sobre os direitos do Homem, publicado pelo departamento de Estado americano, reconhecer que o governo chinês continua a "supervisionar, incomodar, deter, parar e encarcerar jornalistas, escritores, activistas e advogados, bem como as suas famílias, que procuravam para a maior parte exercer direitos previstos na lei”, e que este mesmo governo "continua a negar aos seus cidadãos os direitos do Homem e as liberdades fundamentais básicas". E o Tibete ali tão perto...Um dia (quando por lá se encontrar uma jaziga de petróleo) gritará: "Free at last! Free at last! Thank God Almighty, we are free at last!"**(Martin Luther King)

Mulheres

Hoje é o dia desse ser que dá pelo nome de Mulher. Maravilhosa, charmosa, complexa. Sensível e manipuladora, amiga e cabra, ri por tudo, chora por tudo. Nunca sabe o que quer, exigente, perfeccionista. Amorosa e ciumenta, realizadora de grandes filmes, controladora, carinhosa.

Scape

Palavra "Vaporosa" no Palavra Puxa Palavra
Se saltasse do avião, será que estas nuvens feitas de algodão doce amparariam a queda?

Post scriptum: ainda não percebi como há tantas cenas de sexo passadas no wc dum avião...É que aquilo é minusculo. Fantasias no ar?

Festival Para Gente Sentada

Sexta e Sábado decorreu em Santa Maria da Feira o Festival Para Gente Sentada. 6ªF decorreram as actuações de Sean Riley and the Slow Riders, Terry Lee Hale e Nina Nastasia, no Sábado actuaram Norberto Lobo, JP Simões e Richard Hawley. Adorei!!! Tenho de confessar que não conhecia este Festival e muito menos os artistas que por lá actuaram, mas excedeu as minhas expectativas. Gostei principalmente do 1ºdia, de Nina Nastacia e da sua voz potente e especialmente de Sean Riley, que apesar de não parecer são uma banda portuguesa. Constituída por 3 jovens multifacetados, onde cada um toca uma série de instrumentos, e onde ressalta a figura do baixista, com um fato fora de moda e a lembrar o Frankenstein. É se de estar atento a estes meninos.
O 2ºdia ficou marcado por Richard Hawley e o seu estilo rockabilly e pela actuação dos 2 portugueses, o estreante Noberto Lobo e JP, um excelente comunicador e cujas músicas têm um cheirinho a bossa nova.
Foram 2 dias espectaculares!! Para o ano há ma…

3 days in Barcelona

Na semana passada aproveitei as mini férias de Carnaval para ir a Barcelona, cidade que me fascinava há já alguns anos, e que esteve à espera da democratização do preço dos voos para ter a minha visita.
E foi uma cidade que não me decepcionou...É uma cidade esplêndida, magnificamente bem estruturada, com uma excelente rede de transportes públicos, e indicações bastante claras para quem não conhece a cidade.
Uma cidade que respira arte...

Hillary vs Obama

Gostaria que fosse Hillary a disputar as eleições, e a ganhar a presidência dos EUA. Acho-a uma mulher de fibra, que sabe o que quer, e luta por isso, mas parece que as coisas estão más para o lado dela. Será a sua imagem demasiado institucional? Será pela frieza demonstrada?
Obama tem a vantagem de ser uma lufada de ar fresco, reflexo do cansaço que as pessoas começam a ter pelos políticos profissionais, no entanto acho discurso vazio de conteudo. Fala muito de mudança, mas não concretiza como irá fazer essa mudança. Demagogia e populismo à maneira dos políticos portugueses...

31 de Janeiro

Amanhã faz 117 anos desde o dia 31 de Janeiro de 1891, onde surgiu a primeira tentativa de derrubar a monarquia. Na sequência do ultimato inglês e do mapa cor-de- rosa, há um sentimento de decepção para com este regime político, onde se sente que este já não responde aos anseios e expectativas da população, havendo também um sentimento de perda de identidade nacional.

Nesta data, pelas 2 horas da manhã, várias tropas, lideradas principalmente por sargentos, concentraram-se no Campo de Santo Ovídio, tocando-se pela primeira vez a Portuguesa. As tropas fazem assalto à Câmara do Porto, onde perante o entusiasmo da população, é deposta a Monarquia e instaurada a República, dirigindo-se depois os militares para a R. de Sto. António (actual 31 de Janeiro), a fim de tomarem o Quartel General. No entanto, a Guarda Municipal, entricheirada no cimo da rua, conseguiu conter os revoltosos e a recém nascida República acabou sendo deposta num banho de sangue. Tinha no entanto, sido feita a primeira t…

INEM

Se isto que aconteceu não fosse tão grave, até dava para rir...É incrivel como estascoisas acontecem, e é incrivel como podem bombeiros estar sozinhos num quartel e nem sequer sabem o que fazer.
Mais grave ainda é o ministro da Saúde estar, neste preciso momento a apresentar gráficos e a dizer que os portugueses confiam no sistema de saúde. Que remédio!!! Como se estar à espera 10/15 minutos que o INEM atenda, e esperar 20 minutos que ambulânciachegue ao local fosse sinal de eficiência. E isto nas grandes cidades...Nas terras perdidas no meio do monte o tempo é o triplo.
Olhe Sr. Ministro, espero que não tenha nenhum familar a residir numa aldeia perdida de Trás os Montes ou do Alentejo, e que o socorro chegue a tempo.
É que o preto a si não lhe fica bem...

Change

Uma nova etapa da vida abre-se à minha frente...algo por que ansiava há já algum tempo. O curioso é que quando a noticia caiu-me no colo, fiquei assustada e um pouco apreensiva...Afinal é uma mudança e uma situação completamente nova. Não é curioso? Algo a que se almejava torna-se realidade e a primeira reacção é entrar em pânico...

Fumo

Ontem fui jantar fora e depois fui a um bar. Havia qualquer coisa de diferente...perguntei a mim mesma o que seria, olhei em volta, e de repente percebi: não havia fumo de tabaco!

Que me desculpem os fumadores, mas esta lei foi uma verdadeira maravilha. Finalmente, estava em sítios em que se pode respirar, sem correr o risco de levar com uma baforada de fumo. Finalmente fui a um bar sem regressar a casa com a roupa e o cabelo a tresandar a fumo de tabaco.

E não me venham lá com o discurso que esta lei é fascista e limitadora das liberdades. Afinal a liberdade de cada um acaba, quando entra em rota de colisão com a liberdade de quem está ao lado. Porquê que carga de água, que eu, não fumadora, hei-de levar com o fumo dos outros? Porquê que os fumadores teriam direito a fumar em espaços fechados e a prejudicar quem está ao lado, e que não fuma? Afinal quem são os egoístas? Deve-se proteger quem não fuma, e não o contrário.
Esta lei só peca por ser tardia...Já devia ter sido publicada há m…

Ano Novo

Sempre que batem as 12 badaladas que separam o dia 31 de Dezembro do dia 1 de Janeiro, assiste-se a uma apoteose por parte das pessoas que estão a assistir a uma passagem de ano. Multiplicam-se os beijos, os abraços, os desejos e as promessas...

Qual a razão para tanto alarido? A sensação que se tem no Ano Novo, é que uma nova vida está a começar. O Ano Velho, juntamente coma nossa velha vida, são queimados no fogo de artificio, e parece que se abre um novo capítulo...

Mas não é isto ilógico? Afinal, a nossa vida continua a decorrer como até agora, continua a haver um continuum. Se fossemos nós os senhores do Tempo, cheira-me que arrancaríamos páginas atrás de páginas do livro da nossa vida, em vez de as conservarmos religiosamente e aprendermos com os nossos erros, e crescermos com as nossas experiências.