Avançar para o conteúdo principal

Regressão

Vocalista de Motörhead aparece em jornal alemão com boina nazi.
A lendária figura da música "heavy metal" já está a ser investigada pelas autoridades germânicas.


Qual a diferença entre os crimes praticados em nome do nazismo, e os crimes praticados em nome do fascismo, comunismo, igreja ou Bush? Acho que é altura da Europa em geral e a Alemanha em particular fazerem as pazes com a sua própria consciência...
As liberdades individuais em vez de avançarem estão cada vez mais a regredir...

Pergunto-me se os Heróis do Mar fossem fundados nos dias de hoje, o que se diria? Com as referências à bandeira, o seu estilo, e letras como as da canção acima, provavelmente seriam conotados com os meninos da Mocidade Portuguesa e investigados pelo SIS.

Comentários

  1. Mac, diferenças entre os crimes praticados em nome de várias ideologias existiu e existe, não deixam no entanto de ser isso: crimes, genocídios gigantescos por vezes. Agora não vamos meter comunismo, igreja, fascismo, nazismo e Bush no mesmo saco.

    Tens razão quando dizes que as liberdades individuais deveriam avançar, mas só estás a ver um lado da moeda. Eu, pessoalmente, interesso-me imenso pela Segunda Guerra Mundial, é mesmo a época da história que mais me fascina – tal como a Guerra Israelo-Palestina. Talvez por me inteirar do assunto há alguns anos, há pequeninas coisas que me fazem comichão. Pessoalmente acho que usar uma boina das polícias SS é de inteiro mau gosto. É somente um símbolo, sim, faz parte integrante da história europeia, mas uma parte da história de que nada me orgulho. Creio que sim, que será um exagero investigar o pobre Lemmy, que por variadas vezes já provou que gosta de provocar e testar a sanidade mental de alguns. E foi isso que mais uma vez se provou: usou uma boina nazi em plena Alemanha, não acredito que a leva-se para Israel ou para a Polónia, por exemplo.

    ResponderEliminar
  2. Crimes são crimes mas não deixam de ser diferentes nas circunstâncias, nas causas e nos efeitos. O nazismo e os seus crimes tornaram-se quase um símbolo de iniquidade e é bom que assim se mantenham. É que há uma certa tendência para o branqueamento desses crimes... e isso não é nada bom para prevenir outros.

    ResponderEliminar
  3. Ostentar um simbolo que representou uma das maiores atrocidades na história das civilizações humanas, não é uma liberdade indidual, é uma falta de respeito a todos aqueles que morreram e a seus familiares que ainda vivem com esses horrores no pensamento!Liberdade sim, toda! mas respeito por todos também sempre!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  4. Aqui, o busilis da questão, é que nos anos 80 quando surgiram os Heróis do Mar, ninguém foi investigado, ninguém foi vigiado. Tinhamos acabado de sair dum regime fascista e foi há 28 anos atrás. Logo, era de esperar que 28 anos depois essas investigações tivessem menos razão de existir...
    E o fascismo também cometeu crimes. E na minha opinião não há qualquer diferença entre assassinar 6 milhões de pessoas e assassinar 1000. Não deixa de ser um assasinato...

    ResponderEliminar
  5. Lemmy é um débil mental e cada vez mais débil.
    Nem terá massa cinzenta ... a droga consumiu tudo e faz as diabruras que lhe permitem.

    Talvez meta dó a muitos, mas é só o desprezo do imbecil ...
    As mortes ... estão a ser sacudidas da história.
    Em Inglaterra o holocausto vai deixar de aparecer no ensino normal da História.
    Há que não ferir mentalidades ...

    Bandalhos do mundo sempre os houve e haverá.
    Até custa falar em crimes ...

    ResponderEliminar
  6. Muitas das figuras do Fascismo portugues foram lavadas depois do 25 de Abril, como narcotraficantes lavam dinheiro sujo! Mas continuam por aí, "democratas de gema" Quanto os "herois do mar" nunca gostei delessempre estive mais ligado a sons que na altura "ja fumega"vam mais ruis fininhose xutos isto para falar do rockepop que se ia por cá fazendo!
    Abraço

    ResponderEliminar
  7. As diferenças entre esses crimes?
    Todos, excepto os do nazismo, já foram "lavados".
    Heróis do Mar, efémera, mas grande banda.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

8

Conceito de fim...



Ontem abri aleatoriamente as páginas de um livro, tinha um leve cheiro do teu perfume. Estremeci, a tua memória preencheu-me.

Por momentos esqueci as minhas noites solitárias, tantas noite em que chorei até pensar que já não teria nada dentro de mim, em que todo o sentimento, toda a dor, toda a perda, foram derramadas sobre a almofada, essa almofada a que me agarro nessas noites que parecem não terminar, essa almofada que acalma os pesadelos que teimosamente insistem em visitar-me. Sinto-me oca, vazia, de tanto chorar...A gata, que ocupou o teu lugar na cama, acorda muitas vezes comigo a gritar o teu nome, acorda comigo empapada em suor. Coitada da bichana, mia baixinho junto do meu ouvido, numa tentativa de me reconfortar, o que até resulta, mas os pesadelos da tua ausência são uma visita constante.

Às vezes penso se estes pesadelos não serão a minha consciência a gritar de culpa. Cheguei a desejar a tua morte, sabias? Houve uma altura em que me fartei de correr para…

7

Era uma porta enferrujada. E ela entrou.

O autocarro partiu e a porta atrás dela se fechou.
Carregada de sacos onde cabiam os sonhos que o mundo apagou,
Só pensava em fugir de uma vida sacrificada, na rotina de vida em que tombou.
Saiu de casa com os seus sacos mal o dia madrugou,
Regressa a casa com os seus sacos já a noite se fechou,
Sempre com os seus sacos, mais um dia que acabou.
Carrega uma vida nas pernas que o mundo desengonçou,
As mãos grosseiras, a pele acabada, de tanta casa que limpou.
Quando chega a casa ainda vai cuidar da filha que gerou,
A sopa num ápice tragou,
Enquanto a filha o peito mamou,
Mas de tão cansada nem a própria casa arrumou.
Chega o marido, traste, bêbado, canalha, bate-lhe e ela nem notou,
Mais um dia que se passou.
Deitou-se dorida e sonhou,
Sonhou com uma porta enferrujada que sobre ela se fechou
Ali, com uma pedra com o seu nome ela se deparou
E ela finalmente descansou...