quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Nasci Para Morrer Contigo

Nasci para morrer contigo
a cama que tenho dou-te
meu amante meu amigo
não te vás ficar comigo
esta noite toda a noite

Quero que a pele seja trigo
a ondular ao açoite
dos gemidos que te digo
meu amante meu amigo
nasci p´ra morrer contigo
esta noite toda a noite

A gaivota dos meus braços
foi feita para o teu rio
tuas pernas são meus laços
a tua boca dois traços
na boca que o espelho viu

- António Lobo Antunes -

1 comentário:

  1. Este dia 31 foi, pelos vistos, muito "produtivo".
    É sempre agradável andar por estes cantinhos, que já são poucos, pois os autores de grande parte deles, blogues, foram de malas e bagagens para o Face.
    Vamos resistindo, com lágrimas, com partilhas, ou simplesmente... um pouco de tudo neste nada que nos rodeia. ;)

    Tudo de bom.

    ResponderEliminar

The summer is gone III