quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Linhas


Tento desenhar a minha vida com régua e esquadro, mas de repente todas as linhas, rectas, ângulos, paralelas e perpendiculares cruzam-se deixando uma confusão de traços no esboço.
Vou optar pelo desenho livre...


9 comentários:

  1. Ei pela data até parece que fostes tu a tirar a foto. Hihihihi.
    Realmente quanto mais a gente desenha os traços que pretendemos para o nosso destino, parece que o mesmo se altera ainda mais rapido. Quando dermos conta, já o nosso desenho está cheio de sarrabiscos e nem a borracha os apaga.

    ResponderEliminar
  2. acho q fzs tu mt bem, qd mais se tenta delinear as coisas, pior é... bj

    ResponderEliminar
  3. Não que seja melhor, mas por vezes é necessário.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Ois Mac:)
    Uma vez, há miliões de anos, quando tive aulas de pintura, os primeiros esboços que fiz foi de colheres.
    Ainda hoje, quando estou contemplativo desenho colheres lol.
    Enfim, doido de todo, por isso sem qualquer valoração possivel, concordo com a tua opção, até porque arejar formas é uma relíquia ao alcance de poucos.
    Bai nessa, tou ctg:)

    ResponderEliminar
  5. A vida raramente obedece à regra e ao esquadro. Por vezes parece mesmo um borrão, nem as linhas se conseguem entrever... **

    ResponderEliminar
  6. Uma mistura do Surrealismo DAli com o Cubismo de Picasso... Muito bom mesmo!

    Tás de Parabéns

    ResponderEliminar
  7. Hum...sinceramente não acho facil contrariar a nossa vocação...acho que será agradavel num primeiro impacto mas com o tempo a tendência é endoidecer-te:)). Imagino-me em situação semelhante porque várias vezes contario a anarquia dos meus "desenhos"...

    ResponderEliminar
  8. Um arbusto aguenta melhor o temporal! Régua e esquadro só na tela.

    ResponderEliminar
  9. e que tal não desenhar, ponto final parágrafo? :)

    ResponderEliminar

This used to be my playground