segunda-feira, 8 de outubro de 2007


Outono
A natureza veste-se de cores quentes,
As folhas multiplicam-se pelo chão...
Tempo de uvas,
Castanhas quentinhas e ouriços,
Tempo de estar junto a uma praia entregue às gaivotas e ao mar revolto
A beber uma chávena de chá bem quente, e a ouvir bom jazz.

9 comentários:

  1. Se trocares o chá por chocolate quente então tens aqui um fã dessa descrição! ;)

    ResponderEliminar
  2. hum... tao bom... apetece e mt. bj

    ResponderEliminar
  3. é isso mesmo mac,:)
    beijinho

    ResponderEliminar
  4. Perfeito!!!!!
    E o silencio agora é de contemplação!


    Um beijo

    Paulo

    ResponderEliminar
  5. Eu ainda quero distância do chá! Esta semaninha o tempo esta ameno e com um pouco de sorte a temperatura ainda sobe um pouco para ser minha cumplice numa escapadela que quero muito dar:)

    ResponderEliminar
  6. A natureza é tudo isso, bonito, muito bonito. Saber viver é apreciar as coisas bonitas de cada estação do ano e saber aproveitar os momentos que encontramos no dia a dia.

    ResponderEliminar
  7. Outono? Tu desculpa lá mas tem feito um calor de verão que me dá cabo do juizo

    ResponderEliminar
  8. sabes que em "a cidade e as serras" de eça de queirós há um pequeno parágrafo em que sentimos passar uma série de anos com as folhas a crescerem e as folhas a cairem?
    e agora com o teu pequeno poema senti mais um outono a instalar-se.
    beijinhos

    ResponderEliminar
  9. E então as cervejas belgas, que vi por aí à venda ... ?
    Não são uma contemplação?
    Ou serão constatação, (o galicismo perdoa-se, pois já está enraizado), da continuação dum Verão mais ameno, cujas folhas vão cair mais tarde?
    Gosto das nossas e de algumas alemãs e ver ou ouvir o mar, na R. de S. Bartolomeu, onde as rochas e a areia, formam o Ourigo, para lá dos prédios.

    ResponderEliminar

The summer is gone III